segunda-feira, 24 de maio de 2010

Dois Mil e Oito

Morro de saudade de Setembro
Recebi numa caixa um livro e uma carta
Uma coroa e uma foto da gente, assinada
Morro rindo da surpresa de Outubro!

Quase choro lembrando daquele ano
Só Deus sabe a sorte que eu dei
Viajei meio que no escuro,eu acho
Fui Sozinho, e sozinho não fiquei

Naquele ano conheci uma cidade
Naquele ano gostei de alguem
E Costumavamos "ficar pra sempre"

Mas como o tal "pra sempre" cismou de acabar
Só levo no peito ,alem das asas
Todo carinho que tenho (ainda) pela moça de lá !

23 comentários:

Vanda Ferreira disse...

Bons tempos nos tiram boas risadas, faz com que sonhemos acordados e caramba... dá muita saudade!

Seus poemas são lindíssimos e tão simples que viram especiais.

Marcus, você tem um talento incrível e que bom que compartilha com todos os seus leitores.


Vanda Ferreira: http://vanda-ferreira.blogspot.com/

Admin Futebobeiras disse...

Que texto excelente!
parabéns e já estou seguindo

www.futebobeiras.blogspot.com

MENINA LESBICA disse...

lINDO , AMEI! *-* PEQUENO, POREM LINDO!

*-* SEGUINDO FATÃO

Com Ou Sem Senso disse...

Sorte da moça...

;)

. Yuri Barichivich disse...

Bom texto, compacto e bonito.

Blog sobre Fotografia e Tech.
http://patoemfoco.blogspot.com/ - Visitem!
;~

colentaai disse...

Que lindo, amei.
Setembro de 2008 eu fiz 18 anos :D
Amei mesmo, muito bom!
http://colentaai.wordpress.com

Fabricio bezerra da guia disse...

setembro de 2008 não foi tão bom pra mim quanto setembro de 2006

mulherices disse...

Desperta na gente uma sensação de familiaridade gostosa.
Quem não teve uma moça ou moço de lá num setembro qualquer.
Lílian Buzzetto, do Mulherices.

Macaco Pipi disse...

estou divulgando a comunidade pra quem nao dá calotes

só convidados selecionados

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=93937074

Baah :* disse...

LINDO !

o pra sempre sempre acaba! bom nao há o que se confirma, né? Talvez acabe concretamente, más as lembraças jamais sao esquecidas, se nao, nao teriamos belos versos como esses ;D

semsabor disse...

Pelo visto 2008 não foi bom só pra mim.Tá ai,se eu tivesse uma maquina daquelas,iguais nos filmes,que pudessem me fazer voltar no tempo,voltaria pra 2008.Mt lindo esse texto,foi vc que escreveu mais poderia ter sido eu tbm,adorei *-*

http://semsaboor.blogspot.com/

Henrique disse...

Caramba, belo texto amigo! Gostei muito do teu blog! Sucesso!

www.ratobebado.blogspot.com

indivídua disse...

belo poema... nostálgico! por que o passado é sempre mais colorido, né?!

http://celuliteseoutrasestranhezasdemulher.blogspot.com/

palavras ao vento disse...

belo poema..muito bom...esta de parabens,,,

JASMINE TIGER disse...

lindo adorei!!!!!!!!!!!!!!!!
parabens

Tamára Roots disse...

Simples, e lindo :)
sortuda é a moça de lá..
o bom é viver, guardar momentos como esse naquelas baús de coisas boas.
e o "pra sempre" continua vivo, na tua lembrança, continua vivo em 2008 :)

. Yuri Barichivich disse...

Belo texto, ah 1997.
Eu sei que você não vai entender, mais 1997 é o ano da nostalgia.

Fotografia, Ensaios, Equipamentos.
http://patoemfoco.org - Confira!
Um photoblog completo.

César disse...

Muito show....vc tem talento.

Anônimo disse...

mó legal....
vc é bom


http://ximbolistas.blogspot.com/

B. disse...

Adorei seu cantinho.
Os amores que deixamos, ficaram apenas como histórias para serem contadas.

Vanessa Monique disse...

Poeta,escrito...maravilhoso!
Gostei mt daki.
fluem.blogspot.com
:*

Caetano Lorenzetti disse...

Gosto de seus poemas por serem espontaneos..
http://analisefc.blogspot.com/

joão victor borges disse...

Pra mim, 2008 só traz lembranças apagáveis. Que bom que pra você é diferente! :D

Abraço!

http://anpulheta.blogspot.com

Postar um comentário