terça-feira, 27 de julho de 2010

A (Mu)Dança

Derrepente o círculo muda
E mudam todos os seus amigos
Que até tempo atrás eram os mesmos
Se tornaram passado, desinteressantes

Resolveu mudar, e mudou
E não tem mais graça nenhuma
Andar com quem você andava
Enjoou do simples , não é?

Isso está nos teus olhos
Que hoje só vejo por fotos
Como você mudou de lá pra cá
E isso te faz feliz, certo?

As fotos são produzidas
Por algum amigo fotógrafo, talvez
As roupas são de alguma amiga
Que estudante de moda

Nem mesmo as músicas são as mesmas
Lembra , faz uma força e lembra
E me diz , não era menos artificial?
Eu sei que sim, tenho certeza que sim!

Era sair a noite
Não era pra "posar" na noite
Ficar fazendo fita
Mas isso te deu amigos mais legais, certo?

E quando o fotógrafo deixar de ser moda
E quando moda deixar de ser fotografada
Você ainda vai estar lá?
Ou melhor, eles ainda vão estar?

Não aguentou o estrago
E ao entrar nesse mundo
Ele acabou te engolindo

Tudo pra você é mais lindo
Mas será mesmo sem os efeitos?
Ou a foto é mais importante
Que o sentimento da lembrança ?

Com esses novos amigos e lugares
Bebendo nada mais do que o fútil
E sufocando com novos ares!
Tudo vai acabar bem?
Quando acabar , vai sobrar alguém?

Relações de cartões de crédito
São mais frágeis que castelos de cartas
E não demora muito
Tua ventania vai chegar!

E vai cobrar dos amigos
Os antigos, a sinceridade
Que você faltou com eles
E com que razão?

27 comentários:

CAMYS disse...

Daria uma musica bem divertida x)

jaka disse...

mudar de amigos e ambiente geralmente é necessario para o crescimento.

greg disse...

haha mto bom!!
http://naosentindo.blogspot.com/

M!sunderstood disse...

Achei muito bem escrito e interessante. Sabe que esse seu texto me lembrou muito uma ex-amiga antiga que tive, que mudou todos os amigos verdadeiro para amigos "na moda" e teve coragem de dizer a mim que a nossa amizade (de infancia, mais ou menos um 10 anos de amizade) era uma porcaria perto da amizade dela com os novos amigos.

Pessoas costumam ser muito ingratas.

Mas quando precisarem é certo que vão cobrar dos amigos antigos e não dos novos, mesmo porquê, eles não vão mais estar lá.

Estou seguindo aqui, muito bom teu blog.

se puder dá uma passadinha no meu

http://reflexo-da-alma.blogspot.com

abraços, m!sunderstood

enricows disse...

Hahahaha gostei!!!
Parabéns pelo blog!
Abraço!

Fernando disse...

Chegamos a mesma conclusão sempre:
Tudo é passageiro e o que fica é a aprendizagem!

Abs,
seuanonimo.blogspot.com

Victor Faria disse...

Concordo com a CAMYS: daria uma música bem legal!

Abraço!

Gui disse...

Daria uma musica bem divertida x) ²
Pensei na mesma coisa.. Podia transformar em musica... xD

Elmo Freitas disse...

Poxa... gostei pra caramba!
Voltarei mais vezes ao Apt404!

OozZeias disse...

Seguindo brother...

http://blog.supersapo.net/

joão victor borges disse...

A vida é uma constante mudança de amigos e lugares. Poucos são aqueles que, mesmo depois de muito tempo, comparecem ao nosso enterro.

Por isso que eu digo, não adianta dizer que você tem 1000 amigos e pátrias. Porque não tem.

Abraço! ;)

http://anpulheta.blogspot.com

Tainara disse...

Pessoas são ingratas. Você pode ser o melhor amigo do mundo, se aparecer alguém 'melhor' existe 99% de chance de você deixar se ser esse 'amigo'. the primente =\
muito bom o blog :D

http://www.arrobascoloridas.blogspot.com/

Rodrigo disse...

Cara, foi tu quem escreveu isso?

Se sim, parabéns mesmo!

Sucesso!

Suzy Carvalho disse...

mto bom, gostei mto
e essas mudanças sao mais comuns do q a gnt pensa infelizmente =/
as pessoas deveriam aprender q status nao mede amizade.. bela poesia =D

Renata Argôlo disse...

muito bom , gostei
seu blog é super legal , seu jeito d escrever é diferente gostei muito

PENHA''' disse...

Daria uma musica bem engraçada, adorei *-*

Barbara Coulson disse...

adorei seu texto
super criativo!
obrigada pela sua visita lá no Julietas
volte quando quiser
Beijos

Karla Hack disse...

Adorei mesmo!
achei ela criativa e de fácil identificação...
Sem falar do ritmo que flui naturalmente!

Sandro Batista disse...

Cara, teu poema fala de uma coisa real!

Não tenho vergonha de dizer, que tudo que vc disse aí, eu já vivi! Eu era a pessoa sendo fotograda, da moda, etc e tal, e quando tudo passou, só me restaram os bons e verdadeiros amigos...
Todos nós erramos... E os amigos verdadeiros, perdoam!

Parabéns!

http://estacaoprimeiradosamba.blogspot.com/

Marília S. disse...

Infelizmente existem pessoas como você descreveu, mesmo :S Mal sabem elas que quem sempre estará ao lado delas não são os novos companheiros "na moda", e sim, os bons e velhos amigos.
Muito bom seu blog.
Bjs, http://sonhoscalados.blogspot.com/

Alan Costa disse...

"E vai cobrar dos amigos
Os antigos, a sinceridade
Que você faltou com eles
E com que razão?"

jamais podemos cobrar algo, que não soubemos dar.

MENINA LESBICA disse...

eu sou tão ciumenta com meus amigos, parece que coloco plaquinhas ,MEUS , TUDO MEU!
acho que por talvez eu achar que faço o meu papel , cuido demais, mimo demais, aconhelho demais, estou pronta a ajudar demais. e repeti demasiadamente a palavra " demais" 5 vezes, por ser exatamente assim. mais eu aprendi com o tempo que amigos são anjos recem nascidos, não veja como um ponto espiritual, e sim simbolico, e que cuidamos, moldamos, as vezes até educamos, corrigimos castigamos como filho, muitas vezes não somos retribuidos de tal forma como pais, e esses anjos crescem , criam asas, e voam , por mais que muitas vezes queremos prender, acorrentar pelos pés, percebemos, que nós um dia voamos, e eles voam tbm, ficamos de longe e observamos as inconsequencias, burrices, que para esses anjos são orgulho, mais um dia, o vôo é algo demais, as asas podem até se quebrar,e um bom filho, a casa retorna, e nós como pais bobos, acolhemos, cuidamos, mais dessa vez ja estaremos preparados para ve-los voar novamente.
um grande beijo, amo seu blog!

MENINA LESBICA disse...

** ALTO

Fabiano disse...

mudar faz parte do processo de aprendizagem do ser humano. é louvável quem se dá o direito de mudar.
mto bom o post.

Tkaniam disse...

Gostei muito do poema. Mas, discordando de umas das primeiras postagens, isso não daria uma boa música. Que permaneça escrito o que deve permanecer. Senti sentimentos sinceros, e algo que provavelmente sentiu na pele, e talvez isso seja o que mais seja preciso para um poema. É você surtar suas emoções, explodi-las em versos mirabolantes - rimados ou não - e gostar de fazê-lo.

Adorei o escrito, e ficarei por aqui para ler outros. Ganhou um escritor admirador que o segue! Parabéns!

Atenciosamente, Tadashi Katsuren.
Poemas e Contos, por mim escritos, em:
let-me-fly-with-you.blogspot.com

Luísa Olimack disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
raphael fonseca disse...

que porrada !
muito bom.

abç.

Postar um comentário