sábado, 20 de março de 2010

Soneto de Silêncio

O Silêncio tem valor;
Basta parar e pensar;
O quanto ja te salvou;
Quando preferiu te calar.

Calar é coisa boa;
E um dia entenda;
Que calar a boca;
Uma vez ,te salva.

Vi que falar só complica;
As vezes toca em ferida;
E traz passado de volta.

Prefiro falar o restrito;
E para dizer o que sinto;
Prefiro um Bloco de Notas.

4 comentários:

Luh disse...

Correção: Calar a boca [muitas vezes] te salva, rs
Ah se todos dominassem a habilidade de escolher a hora oportuna de falar ou calar.

;)

Camila Ferreira disse...

adorei seu poema!! tao liindo *-* to t seguiindo! m segue tbm? bjus t+

Camila Ferreira disse...

hehe mt legal msm seu poema hem... ax vexex dependendo da situaxao é melhor num falar nada fikar kalado msm. xD

Camila Ferreira disse...

All star prettoOO amoh ^^

Postar um comentário